O Blog do JCCyC que absolutamente não tem assunto definido, exceto talvez Software Livre.

sexta-feira, outubro 31, 2003
 
Desinstalando o indesinstalável

Quer se livrar do Internet Explorer no Windows 95, 98 ou ME? http://www.litepc.com/ieradicator.html. E depois aproveite para instalar o Mozilla 1.5.

 
E o nigeriano era australiano

Desejo uma extremamente desconfortável estada no xilindró para este distinto cavalheiro:

A 39-year-old Sydney man will face court today charged with 17 offences relating to a multi-million-dollar internet scam based in Australia.

The so-called Nigerian or West African scam involved fraudsters sending a flood of spam emails telling people they could claim millions of dollars of lottery winnings, an inheritance, or a business opportunity - so long as they first sent money for expenses.

NSW police said yesterday's arrest came after a four-month investigation, and was the first arrest of a key Australian allegedly involved in the global scam.

segunda-feira, outubro 27, 2003
 
Procura-se blog desaparecido

O excelente Don't Believe The Hype (um dos meus Bloga Inspiratoria aí do lado esquerdo) saiu do ar. Aparentemente o domínio expirou... mas de acordo com o whois não é esse o caso. What porra is it?

 
Um breve tempo se passou

E tenho a satisfação de dizer que o livro on-line de ficção científica The Metamorphosis of Prime Intellect vale a pena ser lido, com apenas uma pequena advertência: o primeiro capítulo pode lhe parecer um desfile vulgar e sem sentido de perversões abomináveis, mas não é. Trata-se de um desfile vulgar de perversões abomináveis que faz muito sentido e é uma consequência lógica da história.

sábado, outubro 25, 2003
 
Esqueça o The Onion

Longa vida aos novos reis da piração na Internet: Division Two!

domingo, outubro 19, 2003
 
Na pilha virtual de leitura

The Metamorphosis of Prime Intellect. Espero poder dizer em breve se presta ou não.

terça-feira, outubro 14, 2003
 
Eu chamo isso de Corpo Fechado

Brack sofre cirurgia; espera-se recuperação total (USA Today; inglês)

segunda-feira, outubro 13, 2003
 
Sim, a pirataria é um crime hediondo. Já isto...


sexta-feira, outubro 10, 2003
 
Tabódica Periento dos Elemelas

Conheçam o novo membro da família, o elemento 110 - Darmstadtium!

 
Sete da manhã? SETE DA FUCKING MANHÃ???

Esse é o horário da minha carona para Sampa, amanhã... SÁBADO...

 
Um chopps e dois pastel

Eu, Camilo & galera vamos prestigiar o casamento do grande amigo-em-diáspora Eduardo Haranaka, em Sampa. Vou ver se dou um jeito de dar um alô também na galera da E-Race.

domingo, outubro 05, 2003
 
Não compre impressoras da Lexmark

Motivo aqui. Eu tenho o direito de comprar cartuchos (novos ou reciclados) por outras firmas que não o fabricante da impressora.

Minha impressora é da HP, e estou satisfeito com ela. Canon e Epson também são recomendáveis, mas se você usa Linux o suporte da HP é melhor. E cartuchos reenchidos por terceiros funcionam sem problemas.

A Lexmark se dá ao trabalho de embutir circuitos/software específicos nas suas impressoras para EVITAR que elas funcionem com cartuchos de terceiros. E, claro, o custo desses compónentes é embutido no preço. Você paga para ser ferrado. Revoltante.

sexta-feira, outubro 03, 2003
 
Cerveja grotesca

Criador de propaganda comercial adora um trocadilho visual. Alguém na DM9, ao fazer o outdoor de um festival de cerveja, achou que uma chapinha dobrada se parecia muito com um sorriso, e fizeram uma montagem com a tal chapinha dobrada substituindo a boca de um modelo.

Sou só eu que tem uma imaginação mórbida ou ficou mesmo grotesco? Parece uma caveira!!!

quinta-feira, outubro 02, 2003
 
Bu^Handa Larga!

Velox! Yessss!

 
Taqueuspa

Meu trabalho filtra o domínio do Blogger. Raios. Raios triplos.

 
Bão, já que o negócio é Top 5...

Top 5 jogos para PC

1) Leisure Suit Larry (in the Land of the Lounge Lizards)
2) Prince of Persia
3) Duke Nukem 3D
4) Tomb Raider II
5) Alley Cat

Top 5 jogos de fliperama (vídeo, não pinball)

1) Zaxxon
2) Kong
3) Elevator Action
4) Galaga
5) Qix

Top 5 jogos de Atari

1) Megamania
2) Demon Attack
3) Frostbite
4) Yar's Revenge
5) Starmaster

Top 5 jogos para computadores pré-PC (8 bits)

1) Black Sanctum (TRS CoCo)
2) Lode Runner (Apple)
3) Karateka (Apple)
4) Varkyrie (TRS Model I/III)
5) Conan (Apple)

E antes que as madamas subam nas tamancas porque não incluí MSX, devo deixar claro que nunca tive um, logo não posso avaliar.

quarta-feira, outubro 01, 2003
 
O defensor dos fracos e oprimidos

Mauro Sant'Anna é tido e havido como um dos gurus das tecnologias de desenvolvimento da Microsoft. No site dele eu encontro a seguinte pérola:

Open Source e Comunismo - Janeiro/2002
ATENÇÃO: Devido a enorme quantidade de ofensas e xingamentos recebidas pelo autor da matéria, tiramos esta página do ar. A ditadura e a patrulha ideológica venceram. Viva o Grande Camarada Stalin. Longa vida a Fidel.


Não se preocupe, ó grande combatente da liberdade, da torta de maçã e do EULA! Eu manterei vivas as suas palavras, para que nunca ninguém esqueça qual o brilhante intelecto que as criou!

Open Source e Comunismo

O movimento de "Software Open Source" tem incríveis semelhanças com o comunismo, tanto na teoria como na prática. Isso mesmo, aquele comunismo dado por terminado quando da queda do muro de Berlin em 1989.

Para começar, o Open Source e o comunismo compartilham o mesmo lema utópico: "de cada um de acordo com sua capacidade, a cada um de acordo com suas necessidades". Ou seja, os desenvolvedores vão criando os programas e quem precisar vai pegando. Pergunto se os programadores irão também comprar em "supermercados Open Source", morar em "apartamentos Open Source" e dirigir carros "Open Source". Em Cuba ainda é assim e acredito que poucos programadores gostariam de ir morar lá. Quero também saber o que acontecerá quando grandes empresas começarem a lucrar com o trabalho gratuito desses programadores voluntários. Você trabalharia de graça para o "Bem da Humanidade?" Talvez sim. E para o "Bem da IBM", uma das empresas que anunciou grande apoio ao Linux?

Outra semelhança é que os entusiastas do Open Source defendem-no com um fervor messiânico. Eles acham estão "salvando o mundo" e quem for contra deve ser convertido ou destruído. Eles são extremamente barulhentos, engajados e contam com uma representação desproporcional nos meios de comunicação. Tal qual os comunistas.

Tem mais: o pessoal do Open Source glorifica as atividades "de chão de fábrica", o desenvolvimento, em detrimento de atividades como projeto, financiamento, marketing e distribuição. Na criação de um grande projeto de software, a programação é menos de 50% do trabalho. Alguém tem que dizer quais características os produtos devem ter, coordenar o desenvolvimento, distribuir o produto final, dar suporte técnico etc. Tal como os comunistas que achavam que só os operários criavam riquezas e o pessoal de administração que cuidava de coisas como projeto, finanças, distribuição, marketing e vendas eram "burgueses parasitas", desnecessários.

Como os comunistas, o pessoal de Open Source tem uma atração por infraestrutura, em detrimento de produtos para o consumo. Os soviéticos gostavam de construir siderúrgicas e hidrelétricas ao invés de televisões e geladeiras. Os projetos Open Source mais visíveis são de infra-estrutura como o sistema operacional Linux, seguido por servidores Web (Apache) e servidores de banco de dados (MySQL, Interbase). Já os aplicativos não são tão "charmosos" e como conseqüência o Linux tem pouca penetração perante os usuários finais.

Um comunista sempre achava que os capitalistas estavam errados, mas também raramente concordava com a opinião de outro comunista. A crônica fragmentação das esquerdas também está presente no Open Source. Por exemplo, segundo o IDG existem literalmente centenas de distribuições do Linux, cada uma "melhor" que a outra, segundo os próprios criadores. As dificuldades que isso cria tanto para os desenvolvedores quanto para os usuários finais são enormes. Para que interface gráfica você vai desenvolver? KDE, Gnome ou alguma outra? Que distribuições o seu pessoal de suporte deve conhecer? Apenas no site da Netscape em 23 de abril de 2001 existiam cinco versões de Netscape Communicator para Linux e apenas uma para todos os Windows de 32 bits.

E, finalmente, os defensores do Open Source têm uma semelhança mais sinistra com o comunismo. Assim como Lênin, eles consideram que a ditadura é necessária ao sucesso do Open Source. No Brasil existem correntes que defendem a obrigatoriedade do uso de software Open Source em órgãos governamentais, independente de seus méritos. Ora, se o Open Source é tão bom, por que ele necessita da repressão para ser bem sucedido? Será que nós realmente precisamos de uma "coletivização forçada" na informática?

Eventuais comentários podem ser enviadas para abaixocomunismo@ig.com.br ou aos cuidados desta revista.


Não é comovente? Não dá vontade de se naturalizar americano, filiar-se ao Partido Republicano e à NRA e gastar US$ 5000 em licenças Microsoft?

P.S.: Um dos maiores defensores (e programadores) do Linux e do software aberto em geral, fundador do movimento Open Source, é o americano Eric S. Raymond. Se esse cara é comunista, eu sou a loira do Tchan!

 
Boltando a vlogaire

Mano véio Eduardo Camilo inaugura seu blog e consequentemente inspira este que vos fala a mais uma vez blogar, depois de dois meses de ausência!